Clipart

Estrutura dos pneus

Todos os pneus são fabricados contendo as seguintes estruturas:

Carcaça: feita de poliéster, aço ou nylon, a carcaça é a parte mais resistente do pneu e deve resistir a pressões, pesos elevados e impactos, graças a um sistema de retenção de ar sob pressão.

Talões: São arames de aço resistentes que mantém o pneu fixado ao aro da roda;

Parede lateral: são as partes laterais da carcaça, que recebem um revestimento feito de uma mistura especial de borracha, que garante  que o pneu seja flexível e resistente à fadiga;

Cintas: Também chamada de lonas, as cintas ajudam a suportar cargas em movimento, garantindo que exista a área de contato necessária entre o pneu e o solo, para que haja aderência do veículo;

Banda de rodagem: é a parte externa do pneu, que encosta no chão. Em sua superfície, são feitos desenhos com relevos (blocos) e depressões (sulcos), que garantem a aderência e a estabilidade do veículo.

Ombro: É o local onde o pneu se apoia quando o veículo realiza  curvas e manobras.