Clipart

Manutenção de pneus

O uso constante dos pneus torna necessário que seja realizada uma manutenção periódica, principalmente se eles transitam em estradas com condições ou percorre longas distâncias regularmente. Além disso, é importante inspecionar os  pneus antes de uma viagem, por segurança. Um exame simples e rápido pode ajudar a detectar pequenos problemas e repará-lo antes de que ele se tornem mais sérios e dispendiosos.

Entretanto, existem procedimentos de manutenção de pneus que apenas profissionais capacitados, como mecânicos e borracheiros, estão aptos a fazer. Antes de contratar esses serviços, é importante compreender como estes procedimentos funcionam e como podem ajudá-lo na manutenção de seus pneus.

Rodizio dos Pneus

Rodízio é o nome dado à inversão de local entre os pneus dianteiro e traseiro para que eles tenham um desgaste uniforme e o máximo de aproveitamento. Os pneus dianteiros e traseiros dos veículos trabalham com diferentes cargas, esterçamentos e frenagens e por isso são desgastados de forma diferenciada. O rodízio de pneus é feito de acordo com as especificações do fabricante do pneu e é  fundamental para ampliar a vida útil e o desempenho dos pneus, já que optar por não realizar o rodízio aumenta o consumo, os ruídos produzido pelo pneu e o perigo de derrapagem, além disso prejudica o conforto dos passageiros.

Calibragem de Pneus

A calibragem dos pneus consistem em mantê-los com a pressão recomendada por seu fabricante, fazendo com que menos calor seja produzido no atrito com o chão, diminuindo seu desgaste e economizando combustível. Além disso, um pneu calibrado adequadamente possui a parede externa mais rígida, melhorando a dirigibilidade, principalmente em curvas. Por outro lado, um pneu cheio de mais apresenta uma área de contato com o asfalto menor, que pode ocasionar uma derrapagem. Por essa razão é importante seguir as especificações do fabricante do pneu. A calibragem dos pneus pode ser feita mensalmente ou semanalmente, se o veículo tiver uma alta rodagem. Se o veículo é de transporte de cargas, é indicado calibrar o pneu algumas libras acima do nível indicado, para compensar o peso.

Balanceamento das Rodas

O Balanceamento de rodas consiste no equilíbrio do conjunto formado pelo pneu e pela roda, através da compensação feita com um contra peso, utilizando geralmente o chumbo para minimizar o efeito da má distribuição de massas na composição. O balanceamento das rodas também ajuda a evitar desgaste desigual e a prolongar a vida útil dos pneus. O balanceamento pode ser feito tanto com as rodas presar ao veículo, com o auxílio de um balanceador local ou após retirar as rodas do carro, através de um balanceador de coluna. O balanceamento deve ser feito após o rodízio de pneus ou da colocação de pneus novos.

Alinhamento das Rodas

O alinhamento das rodas consistem em alinhar todos os ângulos que fazem parte do sistema de direção e suspensão dianteira dos veículos. Durante o procedimento, são verificadas as medidas de distância entre os eixos, o cáster, e o câmber, para que as quatro rodas fiquem perfeitamente alinhadas. Cada veículo possui especificações técnicas para designar o alinhamento das rodas, evitando o desgaste desigual, garantindo sua segurança e evitando o desperdício de combustível. As rodas desalinhadas podem ser facilmente detectadas pelo motorista quando ele perceve que, ao dirigir em linha reta, o veículo tende a decair para um lado. Esse problema pode ocorrer por três motivos principais: o desgaste natural da suspensão do automóvel, danos causados por pistas irregulares ou colisões e impactos fortes. É recomendado que os veículos sejam alinhados sempre que houver troca de pneus ou que estes apresentem desgastes irregulares, além dos casos em que o veículo apresente instabilidade.