Clipart

Principais sinais de desgaste de pneus

Deixar de realizar manutenções preventivas nos pneus contribui diretamente para o seu desgaste. Além disso, a vida útil dos pneus pode ser comprometida pela suspensão e pelo alinhamento do veículo, se encontrados em condições ruins. Esses descuidos podem ser muito perigosos, pois podem provocar acidentes, como o estouro do pneu. Nesses casos, se faz necessário analisar se há alguma anormalidade através no desgaste dos pneus e providenciar a troca ou o reparo do mesmo. Os principais sinais de desgaste nos pneus que devem ser observados são:

- Pneu com desgaste na parte central, causada por uma pressão superior ao que recomenda o fabricante, que faz com que apenas o centro do pneu entre em contato com o chão;

- Pneu com desgaste nas duas bordas ocasionada pela baixa pressão interior, que cede as laterais e impede que a parte central entre em contato com o chão;

- Pneu com apenas um lado desgastado, consequente da sobrecarga provocada pelo desalinhamento das rodas.

- Pneu com desgastes irregulares, indicando que as rodas não se encontram balanceadas ou que os amortecedores do veículo precisam ser substituídos.

- Pneus que apresentam bolhas podem estar com a malha de aço ou de tecido rompidas e apenas a borracha externa do pneu está segurando o ar.

- Pneus que apresentam cortes, talhos ou buracos oferecem risco de desestabilização ou rompimento.

Esses aspectos podem ser observados através da observação dos pneus ou da sensação desconfortável que esses problemas provocam aos passageiros do veículo. Ao perceber algum desses problemas, procure imediatamente uma oficina mecânica ou uma borracharia.